Crítica Literária - Na Cama com um Highlander

"A escritora é conhecida pelos seus livros eróticos, um já foi publicado em Portugal (Obsessão) e o segundo já vem aí (Submissa), mas este livro apresenta uma atmosférica mais romântica, uma escrita leve com cenas engraçadas, divertidas e por vezes até sensuais. "

Crítica Literária - Pecados Escondidos

"Julianne foi uma personagem que me cativou bastante pelo facto de não ser uma rapariga mimada e cabeça de vento (muito costume na época), mas sim uma jovem bastante humilde e que chega a pensar primeiros nos outros e depois nela própria. "

Crítica Literária - O Beijo Encantado

"Para a época em que o livro se passa, os diálogos têm um q.b de texto moderno, mas que torna o livro apetitoso e rápido. "

Crítica Literária - Inocência perdida

Nora Roberts volta a surpreender-me, voltando a enganar-me. Pensei que pela primeira vez tinha descoberto quem era o vilão da história mas nas últimas páginas houve uma reviravolta que me fez ficar de queixo caído, literalmente!

Crítica literária - Rosa Selvagem

"No início do livro, a autora acaba por desenvolver o tema de diferenças de classes mas acaba por ir diminuindo essas referências, o que acabou por haver um ambiente de "mundo cor-de-rosa" em vez de um mundo realista. "

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Resenha: Lua Nova de Stephanie Meyer


“Para Bella Swan, existe algo mais importante do que a própria vida: Edward Cullen. Porém, estar apaixonada por um vampiro é mais perigoso do que alguma vez ela poderia imaginar. Edward já salvou Bella das garras de um vampiro maléfico, mas agora, à medida que a sua destemida relação ameaça tudo o que se encontra por perto e todos os que lhes são queridos, eles apercebem-se de que os problemas podem estar apenas a começar...”

No segundo livro, Bella vê-se dividida entre dois universos fantásticos. O seu coração vacila perante um cruel dilema, escolher entre amores divergentes e intensos, cada um à sua maneira. A amizade e a sinceridade são colocadas à prova e a protagonista tem que optar por um lado, que irá decidir o seu futuro.

Dos quatro livros da saga “Twilight” este foi sem dúvida o que me custou mais a ler e o que apreciei menos. Talvez pelo facto de sentir demasiado a ausência de Edward durante todo o livro, visto que ele só aparece nos primeiros capítulos e nos últimos, enquanto no desenvolvimento da história é apenas referido, nunca aparecendo. Enquanto o vampiro perde destaque na narração, Jacob destaca-se como nunca no livro. Passa de uma simples personagem secundária para personagem principal e é a partir deste livro que começa o verdadeiro triângulo amoroso entre Bella, Edward e Jacob. Outra personagem que aqui ganha importância é a vampira Victória, deixando atrás de si um rastro de sangue e vingança.

No segundo livro é-nos introduzido os lobisomens, começando com histórias e lendas tornando o livro em si ainda mais misterioso. Assim, outras criaturas míticas se somam aos vampiros, levando Jacob a uma caminhada sem volta aos sigilos que envolvem a sua família e os seus amigos, especialmente o indecifrável Sam Uley.

FanArt - Bella Swan

O afastamento de Edward leva a protagonista a mergulhar o seu ser em um estado de completo vazio emocional, uma jornada árdua que, através da dor, a conduz inevitavelmente à maturidade. Bella entra numa espécie de depressão, afastando-se de todos os amigos, mas encontrando um ombro amigo em Jacob, que lentamente começa a curar as feridas do seu coração. Porém a nossa heroína anseia que o seu belo vampiro volte para ela.
FanArt - Volturi

É apresentado ao leitor, a espécie de “família real” dos vampiros, apelados de Volturis, sendo eles guardiãos da cidade de Volterra, localizada na Itália. Os seus três componentes - Caius, Aro e Marcus -, antigos companheiros de Carlisle, o líder do clã dos Cullen, acrescentam novos e mais estimulantes elementos à já complicada relação de Bella com Edward. São todos bastante sombrios e misteriosos, assim como maldosos. Caius é o que apresenta uma personalidade mais divergente, sendo que em certos momentos é totalmente maléfico e noutros chega a ser quase amável, tornando assim as suas decisões e ações um bocado imprevisíveis para o leitor.

FanArt - Edward Cullen
É praticamente impossível deixar de navegar pelas páginas do livro até que finalmente se alcança, sem fôlego, as últimas palavras. O resultado é um livro de tirar o fôlego, inspirado, segundo a autora, em músicas do circuito alternativo, especialmente em bandas como Muse, Coldplay, Linkin Park, My Chemical Romance, entre outras. E a sequência, Eclipse, promete ainda mais. 


terça-feira, 18 de setembro de 2012

Distância



 
"Manter um amor à distância não é nada fácil... Mas quando se ama verdadeiramente, não é a distância que vai separar dois corações, mas sim uni-los ainda mais! Pode parecer que não mas com a distância, um amor fica muito mais forte... O problema são as saudades que se vão acumulando nos corações... Elas são a prova viva de que tudo o passaram valeu a pena, mas mesmo assim nao conseguem deixar de estar tristes por não estarem juntos... Por não se poderem abraçar todos os dias, por não se poderem beijar todos os dias, por não se poderem sentir todos os dias...
Mas não se podem deixar abater pelas saudades... Até porque a distância pode separar dois olhares, mas nunca dois corações!"

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Artigo Sobre Curta “Wake Up”

"UM HOMEM (TONY SIMÕES) CHEGA A PONTOS QUE NÃO SABE O QUE FAZER OU COMO CONTINUAR A SUA VÍDA. RAZÕES IMENSAS QUE PODEM LEVAR A ACTOS INCRIVEIS. A INSISTÊNCIA DESTE HOMEM PARA LUTAR CONTRA ALGO QUE SE DESCONHECE LEVA-O A UMA IDEIA. BOA? MÁ? SÓ ELE SABERÁ! MAS UMA COISA SE PODE TER A CERTEZA. ELE VAI REALIZÁ-LA!"


SunStorm Cinema apresenta a sua primeira curta-metragem, realizada por Eduardo Rodrigues com a participação de Tony Simões e Joana Rodrigues. É nos apresentados um rapaz cujo comportamento se mostra preocupante e deveras perturbante. Com um ambiente sinistro, a curta é toda passada em apenas um cenário (quarto) onde iram acontecer alguns momentos de suspense. A curta está disponível no Site Oficial e no canal de Youtube da Sunstorm.

TRAILER

A curta é algo simples mas bem combinada, com todos os efeitos de vídeo a darem o seu toque de perícia e profissionalismo. A curta “Wake Up” foi como uma experiência para os futuros projetos, palavras do realizador Eduardo. 

“Wake Up”, escrito por Tony Simões, permite vários tipos de interpretação porque a história não é totalmente definida, possibilitando assim, a quem veja, entender a narração como pretender. A curta teve uma apresentação no centro cultural de Penacova, onde estiveram presentes os atores e o realizador com alguns amigos, havendo um pequeno discurso de Eduardo Rodrigues que falou de como surgiu este projeto e quais eram os seus objetivos dali para a frente. 


Apresentação da curta "Wake Up" no dia 12 de Abril de 2012, no Centro Cultural de Penacova.
A SunStorm Cinema já tem mais uma curta para ser realizada, intitulada de “Amor Maldito”, uma história de Francisco Rodrigues e realização de Eduardo Rodrigues. A curta estava prevista para Agosto de 2012, mas teve que ser adiada e neste momento andam à procura de elenco (para saber mais clique aqui).



Sobre a Sunstorm Cinema:
O aparecimento das SunStorm Cinema vem já de 2009, aquando o desenvolvimento de pequenos vídeos em TrackMania por Eduardo Rodrigues. Já em 2010 uma mudança de rumo e de ideias fez com que a SunStorm Cinema se dedicasse ao cinema amador português. Sem qualquer material, apenas com força de vontade e ideias, começou a surgir e a desenvolver-se este projecto. Visto ser um projecto amador e sem qualquer apoio financeiro, conseguido apenas pelo apoio de pessoal que disponibiliza para ajudar, o seu desenvolvimento torna-se demorado. A SunStorm Cinema quer principalmente melhorar em todos os aspectos e por isso está a trabalhar para trazer os melhores trabalhos possíveis.




Ao longo dos anos, a SunStorm mudou de nome por duas vezes, chegando este último por ser o definitivo, alvo contrariadades futuras.
» 2009: SunStorm Pictures
» 2010: SunStorm Entertainment
» 2012: SunStorm Cinema

Site Oficial: http://sunstormcinema.com/
Facebook: https://www.facebook.com/SunStormCinema
Canal do Youtube: http://www.youtube.com/user/sunstormcinema
Twitter: https://twitter.com/sunstormcinema

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Eu amo-te...


...Porque assim como a Lua sabe que não está só porque tem o Sol eu sei que não estou sozinha porque tenho-te a ti

...Porque eu tenho medo de muitas coisas, mas contigo elas diminuem

...Porque cada dia ao teu lado é um dia único  

...Porque sabes coisas sobre mim que eu mesma desconheço 

...Porque viver sem ti não é viver, é apenas existir 

...Porque quando me olhas o mundo pára só para nós 

...Porque és e sempre será meu eterno amor 

...Porque és o homem da minha vida 

...Porque foste o único que tocou no meu coração

...Porque ninguém consegue definir o que se passa entre o teu coração e o meu

...Porque o nosso amor não pode ser medido e nem igualado a valores

...Porque é ao teu lado tenho vivido os melhores momentos da minha vida

... Porque me dás beijinhos na testa

...Porque és o único que consigo imaginar ao meu lado por toda a minha vida

...Porque me fazes sentir a mulher mais especial do mundo

 Porque simplesmente TU existes

Simples Assim...

Preciso de dizer mais alguma coisa?!

    


       

Sem solidão





Eu não estou sozinha, mesmo quando estamos separados. Eu sinto-te à minha volta e não tenho medo. Eu sei o que estás a pensar, posso-te ouvir em todos os lugares. Algumas pessoas dizem que nunca vamos conseguir, que estamos a perder o nosso tempo mas as coisas boas acontecem quando menos esperámos. Sinceramente, eu não ligo porque nós vamos estar juntos venha o que vier. Apenas lembra-te que ninguém pode dizer quem somos. Nunca deixes de ouvir o teu coração porque eu não consigo desligar o meu de ti. Eu sei que somos jovens mas não posso deixar de sentir o que sinto, e não vou parar… Porque te amo. E algumas coisas estão destinadas a acontecer e nós somos uma delas. E eu nunca me sinto sozinha porque tu estás sempre comigo no meu pensamento.

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Um verdadeiro amigo


 
Pensas que ficas bem sozinho, que é fácil sentir que não precisas de ajuda. Mas é mais difícil suportar sem ninguém. Quando tens um amigo ao teu lado que te ajuda a encontrar a tua beleza interior, alguém que sabe quando estás perdido e assustado, sempre presente nos altos e baixos. Alguém que se importa e que está ao teu lado onde queres que vás. Que tenta pôr-te a sorrir quando choras. Alguém que diz que vai correr tudo bem quando a tua esperança acabar. E quando caíres sozinho, quando não souberes qual a direção seguir… Na verdade não estarás sozinho. Só precisas de acreditar num verdadeiro amigo.

Nunca é tarde demais


 
Aqui estou eu… Parece que estou a sufocar, mais uma vez. É hora de ser forte e seguir em frente. Queria ter tudo de volta mas tenho-me perdido no caminho. Eu sei que existe um caminho por aí algures. Talvez ainda não seja tarde demais. Agora, tenho que descobrir como corrigir isto, é assim que prometo limpar a sujidade que fiz. Eu vou tentar e lutar, mesmo que seja difícil. Irei encontrar o meu caminho e vou encontrar a força. Ainda não é tarde demais.

P.S: Amo-te


 
Só espero um dia merecer aquilo que me tens dado
Mas o máximo que posso fazer
É tentar todos os dias da minha vida.

Conto de fadas




Se o nosso amor fosse um livro
Estaríamos logo na primeira página
E o último capítulo seria como ficaríamos juntos para sempre!

Liberdade



 Observa as flores a dançar no vento, observa a chuva. Vê os flocos de neve a cair… Sente a fenómeno ao levantar os teus sonhos. Tu podes voar, voar para quem realmente és. Sobe para a tua estrela e encontra o teu destino, encontra as tuas asas. Toca em cada arco-íris, pinta o céu e olha a magia para onde queres que vá. Serás livres, subirás as alturas e sentirás esperança.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Tu ♥

Subiste ao pódio do meu coraçao e alcançaste o primeiro lugar, perdi-me contigo e agora quando não estás perco-me de mim.

Vida e perfeição



A perfeição é uma meta muito alta para lutar por ela. Algumas vezes, a vida dura traz mais satisfações ao final. Apreciamos mais o que perdemos que o que temos.

Resenha "Os Jogos da Fome - Livro I"

“Num futuro pós-apocalíptico, surge das cinzas do que foi a América do Norte Panem, uma nova nação governada por um regime totalitário que a partir da megalópole, Capitol, governa os doze Distritos com mão de ferro. Todos os Distritos estão obrigados a enviar anualmente dois adolescentes para participar nos Jogos da Fome - um espectáculo sangrento de combates mortais cujo lema é «matar ou morrer». No final, apenas um destes jovens escapará com vida… Katniss Everdeen é uma adolescente de dezasseis anos que se oferece para substituir a irmã mais nova nos Jogos, um acto de extrema coragem… Conseguirá Katniss conservar a sua vida e a sua humanidade? Um enredo surpreendente e personagens inesquecíveis elevam este romance de estreia da trilogia Os Jogos da Fome às mais altas esferas da ficção científica.”


Logo nas primeiras páginas, a autora deixou-me intrigada, mostrando uma nova nação que se ergueu depois de várias guerras e motins. “Jogos da Fome” deixam marcas no leitor, o livro faz-nos pensar em tudo, no passado, no presente e no futuro. Um livro que nos mostra o lado mais obscuro e tenebroso do ser humano, sedento de sangue e de morte, mas que mesmo nos tempos mais sombrios há sempre uma réstia de esperança que nos deve manter em pé e ultrapassar todos os obstáculos da vida. O livro acaba por ser uma critica às pessoas que têm tudo e não são capazes de dar algo àqueles que mais necessitam, mostrando que o mundo é governado por gananciosos.

A personagem principal, Katniss, é uma verdadeira sobrevivente, uma prova viva de que também existem heroínas, uma figura forte que só tem a certeza de amar uma pessoa, a sua irmã Prim. Sobre a personagem principal masculina, Peeta, acaba por ser uma personagem mistério, o leitor não consegue saber exatamente os seus sentimentos por Kat, se tudo é real ou não passa de um jogo.

A temática da obra é intrigante e a história criada é arrebatadora. Quanto menos se espera, o fluxo da história altera-se. Tudo no livro é bem real, o sangue, as mortes, a fome e a pobreza dos distritos, nada é censurado pela autora, ela expõe tudo ao leitor e por causa disto, algumas pessoas podem sentir-se desconfortáveis com a leitura, mas para mim este foi um dos aspectos positivos que mais me cativou, a realidade que é empregado no livro. Tem ação, aventura e uma pitada de romance!


“- Tu não consegues esquecer o rosto da pessoa que foi a tua última esperança” (Katniss)


“Bem, é melhor aprenderes depressa. Tens tanto charme quanto uma lesma morta.” (Haymitch)

O livro foi adaptado cinematográfica em 2012, dirigido por Gary Ross e estrelado por Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson e Liam Hemsworth. Já está confirmado a adaptação no cinema do Livro II, intitulado “Em Chamas”.



.

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Apenas um beijo de boa noite


Contigo tão perto de mim, é difícil lutar contra estes sentimentos que quando o tento parece tão difícil de respirar. Agradeço a cada amanhecer por te ter conhecido. Estou presa neste instante, presa no teu sorriso! É tão complicado segurar-me quando estou contigo nos meus braços.

Eu sei que se dermos tempo ao tempo, só iremos aproximar-nos do amor que pretendemos descobrir. Isto nunca foi tão real como é agora. Eu apenas… Nunca me senti tão bem como atualmente.


Apenas suplico um beijo nos teus lábios ao luar. Apenas um toque do fogo tão incandescente. Eu não quero estragar as coisas, não quero pisar o risco… Vou fazer apenas um tiro no escuro e tu poderás ser o rapaz que eu vou esperar a minha vida toda. Então, eu vou ficar bem apenas com um beijo de boa noite.

Mas eu não quero dar a boa noite. Sei que é a hora de te ver partir… Mas esta noite, tu estarás nos meus sonhos. Por isso, vamos fazer isto bem, com apenas um beijo de boa noite.




terça-feira, 4 de setembro de 2012

Melhor momento


Quando te conheci, o meu coração começou a bater cada vez mais rápido e quando o mundo naquele dia parou. A cada instante, a cada olhar, a cada palavra e a cada sorriso.


Juro-te por tudo que foste o melhor que me aconteceu na vida. Contigo quero passar o resto dos meus dias, o resto da minha vida até que a morte nos separe. Amo-te & amar-te-ei para sempre!

Resgate


Ando perdida no meio da cidade. Chove e eu molho-me... A minha roupa agarra-se à minha pele, as minhas sapatilhas deixam entrar água mas não me importo. Preciso de limpar a minha alma. Caminho lentamente pela estrada, ignorando os olhares que me são dirigidos.Um rapaz da minha idade aproxima-se e pergunta-me:
- Estás bem?
Como resposta, aceno apenas a cabeça num gesto positivo e continuo o meu percurso. Eu sei para onde vou... Em direção ao meu destino, à minha salvação... Ou destruição.
Por fim, chego ao locar. Toco à campainha. Demora cerca de 30 segundos abrir-me a porta. O meu olhar vai directo para os olhos deles, os olhos que me cativaram. As minhas forças acabam naquele momento e desabo à frente dele. Assustado, ele ajoelha-se à minha frente, com a chuva a fazer-nos companhia. O único som que se ouve é: ping... ping... ping... É então que lhe digo:
"Não me deixes ir... Não vou voltar a cruzar a linha nem contar outra mentirar. Peço-te que me salves... Por favor! Eu não aguento mais esta dor tão grande... Liberta-me! Faz com que a dor desapareça! Por favor... Imploro-te... Salva-me!"
A última palavra foi abafada por um soluço que me saiu do fundo da minha garganta. As lágrimas misturavam-se com a água da chuva e eu só pedia a Deus que ele me perdoasse. O meu olhar encarava a calçada da porta de entrada, não era capaz de lhe dirigir um olhar sequer, com receio de ver o meu pior pesadelo no seu olhar. Não sei quanto tempo tivemos assim, se foi segundos, minutos ou horas. Fiquei numa espécie de dormência. Só acordei quando senti os braços dele a envolver-me e apertarem-me bem junto ao peito dele. Ele resgatou-me...

"A mais divina das vitórias é o perdão."

Tarde Demais...

Só te queria fazer esperar... Para um beijo, no caso que esse fosse o último. Muitos erros, muitas desilusões. À tua frente ponho-me de joelhos e abro o meu coração para ti, pedindo uma última chance, uma última oportunidade. Só preciso de ouvir: amo-te, e acredita, nunca te vou deixar ir.
Só espero que não seja tarde demais...


Pensamentos

 
 
Os pensamentos são tiranos que voltam para nos atormentar a alma.

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

E se eu chorasse mil lágrimas nesta noite


Eu amo a maneira como me sinto quanto tocas a minha mão,
Não quero deixar-te ir…
Eu amo a maneira como tu me dizes que eu sou a tua miúda,
Não entendo por que não podemos ir adiante e continuar,
Não entendo porquê!

É engraçado como o meu coração não te vai deixar ir…
Eu só não entendo!
É irracional como a dor parece transbordar.
As lembranças de ti aqui comigo, ao meu lado
Eu não posso negar que és o amor da minha vida.

E eu ainda choro por ti.
E eu morreria por ti.
Eu não posso acreditar que todas as palavras que eu ouvi-te dizer…
E eu ainda espero por ti
E eu era forte para ti
Eu não posso acreditar que jogarias isto tudo fora!

Agora eu não posso continuar com a minha vida porque eu sinto a tua falta.
E se eu chorasse mil lágrimas nesta noite, tu voltarias para mim?