Crítica Literária - Na Cama com um Highlander

"A escritora é conhecida pelos seus livros eróticos, um já foi publicado em Portugal (Obsessão) e o segundo já vem aí (Submissa), mas este livro apresenta uma atmosférica mais romântica, uma escrita leve com cenas engraçadas, divertidas e por vezes até sensuais. "

Crítica Literária - Pecados Escondidos

"Julianne foi uma personagem que me cativou bastante pelo facto de não ser uma rapariga mimada e cabeça de vento (muito costume na época), mas sim uma jovem bastante humilde e que chega a pensar primeiros nos outros e depois nela própria. "

Crítica Literária - O Beijo Encantado

"Para a época em que o livro se passa, os diálogos têm um q.b de texto moderno, mas que torna o livro apetitoso e rápido. "

Crítica Literária - Inocência perdida

Nora Roberts volta a surpreender-me, voltando a enganar-me. Pensei que pela primeira vez tinha descoberto quem era o vilão da história mas nas últimas páginas houve uma reviravolta que me fez ficar de queixo caído, literalmente!

Crítica literária - Rosa Selvagem

"No início do livro, a autora acaba por desenvolver o tema de diferenças de classes mas acaba por ir diminuindo essas referências, o que acabou por haver um ambiente de "mundo cor-de-rosa" em vez de um mundo realista. "

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

[Rubrica] O leitor lê... [5]


Depois de alguns meses sem qualquer rubrica do "O Leitor lê..." voltamos e desta vez com Blanche Cérise‏, conhecida como a autora do blogue "Miss Blanche Cérise"  que nos apresenta as suas últimas três leituras!




Leituras interessante não acham? :)
E vocês, caros leitores? Qual é o livro que vos faz companhia neste momento?
Mostrem-me porque eu sou muito curiosa sobre as leituras dos outros!
Basta mandar um fotografia para o email do blog!
Beijinhos e bom fim-de-semana!

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Passatempo - Frutos Proibidos de Sylvia Day



E aqui vai o segundo passatempo! Desta vez com o apoio da editora Saída de Emergência! E o livro em causa é "Frutos Proibidos" de Sylvia Day, a famosa escritora da saga Crossfire.

Para participarem basta responder ao questionário e serem seguidores do blogue ou da página do Facebook.

Podem encontrar as respostas aqui!


quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Passatempo - Ainda sonho Contigo de Fannie Flagg‏


Depois de um belo tempo sem passatempo, aqui fica a oportunidade de ganhar um exemplar do livro "Ainda sonho contigo" de Fannie Flagg com o apoio da Editora Guerra e Paz! Para participarem basta responder ao questionário e serem seguidores do blogue ou da página do Facebook.

Podem encontrar as respostas aqui!


terça-feira, 19 de novembro de 2013

[Novidade Guerra & Paz] A vida de Jesus de Raul Correia

A Guerra e Paz editores recuperou um original que vai, pela primeira vez, entrar nas livrarias portuguesas. É «A Vida de Jesus», o livro que todas as famílias vão querer em sua casa, este Natal.
O autor do texto foi Raul Correia, o criador de «O Mosquito», a mais mítica das revistas portuguesas de BD. As 120 ilustrações, a cores, que completam este livro, são da autoria de Mestre Carlos Alberto Santos,um pintor com obra exposta em vários museus portugueses.
Desde o nascimento em Belém, passando pelos milagres da transformação da água em vinho, da multiplicação dos peixes e pães, até à morte no Calvário, «A Vida de Jesus» é uma biografia inspirada nos quatro evangelhos do Novo Testamento e é uma leitura empolgante.
 Quem era este homem que dava vista aos cegos, ouvido aos surdos, ressurreição aos mortos?
Jesus de Nazaré, Rei dos Judeus, era um homem ou era o filho de Deus? Pisou a Terra há mais de 2000 anos e a sua história e a sua mensagem continuam a dar esperança e inspiração a milhões de seres humanos. A mensagem de amor ao próximo que transmitiu é hoje central na cultura de respeito pela pessoa humana que a defesa dos direitos do Homem representa. Sem a figura de Jesus, o mundo nunca teria sido o que é hoje. A leitura de «A Vida de Jesus» conta-lhe tudo sobre este homem que mudou a humanidade que somos

[Novidade Sextante Editora] A Última Viagem de Laurent Gaudé

O mais recente romance do escritor chega no dia 22 de novembro às livrarias
A Sextante Editora publica, no dia 22 de novembro, o novo romance de Laurent Gaudé, A última viagem, um livro sobre Alexandre, o Grande, e a sua derradeira jornada.
Partindo de um facto histórico – o cortejo fúnebre de Alexandre atravessando o império que conquistou –, Gaudé introduz um componente onírico e fantástico que fortalece a lenda criada em torno do maior general de todos os tempos. Através das diversas vozes que ecoam nesta história, o autor relata aquela que será a última cavalgada de Alexandre, promovendo uma reflexão pungente sobre a fragilidade do poder.
Laurent Gaudé estará em Lisboa nos dias 27 e 28 de novembro para participar em sessões organizadas pelo Lycée Français Charles Lepierre, e para contactos com a comunicação social.

Sinopse:
Durante um festim na Babilónia, por entre risos e música, Alexandre, o Grande, cai subitamente por terra, febril. Os seus generais cercam-no, receiam o fim mas preparam já a sucessão, disputando a sua herança e o privilégio de dispor dos seus restos mortais. Um estranho mensageiro parte dos confins da Índia rumo a Babilónia. E, num templo longínquo, uma mulher jovem de sangue real é de novo chamada para junto do homem que derrotou o seu pai. O dever e a ambição, o amor e a fidelidade, o luto e a errância conduzem as personagens à embriaguez de uma última cavalgada. Numa escrita de fôlego épico, A última viagem segue o cortejo fúnebre do grande imperador, libertando-o da História e abrindo-lhe a infinitude da lenda.

[Novidade Clube do Autor] O Diário Oculto de Nora Rute de Mário Zambujal

Nora Rute é uma personagem de romance e, ao escrever o seu diário, vai escrevendo, no desconhecimento do que virá a seguir, o seu próprio romance. Ao mesmo tempo, acrescenta-lhe o registo de acontecimentos e usos que marcaram um ano (1969) desde a chegada do Homem à Lua à moda da minissaia, das manifestações estudantis a guerras em África, aos bares e cafés de Lisboa.
Narrativa de marcada originalidade, O Diário Oculto de Nora Rute coloca os leitores no caminho irrequieto de uma jovem que desafia as regras, as de uma sociedade machista de um pai austero. Predominam as personagens que são membros da família, não só uma misteriosa tia Nanda, a prima Mé mas um quase desconhecido que parece ter conquistado, em definitivo, o amor de Nora Rute. E um primo ribatejano que lhe revelará o reverso das luzes e sombras da cidade.
Ao colocar-se na sua mente de uma forma travessa, Mário Zambujal, sem abandonar o seu estilo próprio de escrita, incorpora-o no espírito e na conduta de uma jovem que descreve no seu diário a agitação dos seus dias.

[Novidade Clube do Autor] A Tabacaria de Fernando Pessoa

Três grandes nomes numa obra monumental «O escritor italiano Antonio Tabucchi chamou-lhe “o poema mais importante do século XX”. A grandeza pode ser difícil de quantificar, mas “Tabacaria” é seguramente um dos mais admirados poemas de Fernando Pessoa e da língua portuguesa em geral. Isto é verdade pela sua inquietante universalidade. “Tabacaria” é sobre a nossa derrota individual e desilusão, mas também sobre o triunfo da imaginação e do sentimento humano. Este poema fala por nós todos. Ensina-nos quem somos.»

domingo, 17 de novembro de 2013

[Novidade SDE] A Ironia e Sabedoria de Tyrion Lannister

Sinopse
Venha conhecer Tyrion Lannister, uma das personagens mais memoráveis de As Crónicas de Gelo e Fogo… 

Os Sete Reinos podem chamar-lhe depreciativamente de Duende, mas não passaria pela cabeça de ninguém acusar Tyrion Lannister de ser um tolo. A sua língua melíflua já lhe salvou a vida inúmeras vezes e a sua inteligência refinada deu-lhe muitas vitórias e ainda mais dissabores. 

Tyrion é odiado e temido pela corte, mas os seus amigos conhecem-no pela lealdade e compaixão que demonstra pelos mais fracos. No palco das intrigas, a sua família é o seu maior inimigo, mas combate-os com uma fina ironia e perspicácia sem rival. A sua irmã que o diga!

Divertido e irreverente, por vezes profundo e sensato, A Ironia e Sabedoria de Tyrion Lannister pode ser um livrinho pequeno como Tyrion, mas as pérolas que contém mostram a grandeza desta personagem, uma das mais memoráveis da literatura fantástica.

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Crítica Literária - Pecados Escondidos de Emma Wildes

Não foi a arte do engano que desconcertou Michael Hepburn, mas sim a inocência. A sua recém-esposa era confiante, bonita e, para seu espanto, absolutamente fascinante.
Julianne Sutton sempre soubera que casaria com o marquês de Longhaven, como fora acordado anos antes pelas famílias. No entanto, assumira que o marido seria Harry, o afável herdeiro ducal, e não o enigmático irmão. Quando Harry morreu de forma inesperada e Michael lhe sucedeu como o novo marquês, não foram apenas os planos de casamento de Julianne que se alteraram.
Michael combatia o inimigo implacável num jogo de espionagem e engano, mas quando descobriu que a mulher tinha os seus próprios segredos, depressa descortinou que o amor se regia por um conjunto de regras completamente diferentes…

Emma Wildes era uma novidade para mim e descobri esta escritora com este belo romance. É apresentado ao leitor Michael Hepburn, um homem frio, controlado, que calcula e pensa em todos os seus pequeninos passos. E claro que é um homem cheio de segredos por desvendar! Por ter este tipo de personalidade e comportamento, ele conseguiu escapar da morte muitos vezes, especialmente na guerra entre Inglaterra e França.

A vida de Michael dá uma reviravolta quando o seu irmão mais velho, Harry, herdeiro do Duque de Southbrook iria falecer, fazendo com que Michael assume o seu lugar e também a obrigação de se casar com a noiva do irmão, Julianne.

Este casamento entre Julianne e Harry foi combinado entre os pais de ambos e ela sempre soube que um dia iria casar-se com o futuro duque. Ora, nunca pensou que afinal se casasse com o irmão deste! Estando habituado a Harry, um homem gentil, de bons modos, Julianne tinha a certeza que se casaria com um marido perfeito e não com um homem frio e reservado.

A história começa com o problema do casamento de conveniência, o desenvolvimento sentimental do casal e a forma como eles vão lidar com eles, especialmente com todos os segredinhos que existem há volta de Michael, que sendo um espião da Coroa Inglesa, representa um papel importantíssimo na guerra. 

Julianne foi uma personagem que me cativou bastante pelo facto de não ser uma rapariga mimada e cabeça de vento (muito costume na época), mas sim uma jovem bastante humilde e que chega a pensar primeiros nos outros e depois nela própria. Como não podia ser só Michael a ter segredos, a protagonista também lida com certos mistérios que o leitor vai desvendando ao longo da obra.

Uma das características que adorei no livro foram as histórias paralelas. Temos ao mesmo tempo a história de outro casal, Antonia e Lawrence, ambos aliados do Michael e até Antonia que foi amante dele. Esta história secundária traz outro sabor ao livro, não tornando muito maçudo pelo facto de estarmos sempre centrados no casal principal.

O final é um pouco óbvio mas acaba por ser uma leitura relaxante e bastante romântica, com alguma ação e mistério. Este livro é o terceiro da saga  Notorious Bachelors, sendo o primeiro e o segundo volume os livros "Um Homem Imoral" e "Um erro inconfessável".


[Sextante Editora] "O filho" de Michel Rostain

O primeiro livro de Michel Rostain, O filho, não pretende ser sobre a morte, é antes dedicado à vida. Nas livrarias a 15 de novembro, este romance dá voz a um filho que, após partir, observa o seu pai enquanto este o procura conhecer melhor e entender a sua morte. Apesar de ficção, O filho surgiu como um exercício para o autor ultrapassar o seu próprio luto. O resultado surpreendeu os leitores e a crítica, valendo-lhe o Prémio Goncourt para Primeiro Romance 2011.
O filho é um romance íntimo e enternecedor que nos ajuda a perceber que a vida pode dar origem a memórias felizes.

O Livro:
«O meu pai está no caos da sua primeira semana de luto, quando as cerimónias já tiveram lugar e os amigos se foram embora. Solidão, é aí que começa verdadeiramente a morte. Passou o dia a escolher as minhas coisas, a chorar entre dois telefonemas, a assoar-se abundantemente sem sequer invocar o pretexto da alergia ao pó. Resigna-se a deitar fora os meus velhos livros, depois de ter lido meticulosamente aquelas nulidades acumuladas, não fosse acontecer que eu tivesse esquecido alguma nota, um desenho, uma coisa qualquer pessoal que lhe servisse de mensagem. Não encontra nada, nenhum sinal. Depois destas horas de buscas aterradas – e apesar de tudo indiscretas, pai, é verdade que morri, mas, mesmo assim… –, eis que repara de repente, em rodapé daquela convocatória que o intrigava, numa indicação escrita a lápis, em letra muito miúda…»

Filipa Fonseca Silva é a primeira escritora portuguesa a entrar no TOP 100 de livros da Amazon a nível mundial!

A versão inglesa do seu primeiro livro, “Os Trinta - Nada é como sonhámos”, que em inglês tem o título “Thirty Something – Nothing’s how we dreamed it would be”, entrou terça-feira, 5 de Novembro, no TOP 100 da categoria Woman's Fiction, ao lado autores como James Patterson, Danielle Steel e E.L.James. Simultaneamente atingiu posição 630 da Amazon no rank geral de vendas, ou seja, incluindo todas as categorias de livros existentes naquela que é a maior loja online do mundo.

Originalmente publicado em Portugal em 2011 pela Oficina do Livro, o livro foi lançado na Amazon em língua inglesa em Agosto de 2012, estando disponível em formato físico e digital (e-book).

O feito é ainda mais assinalável à luz da dimensão da Amazon. Trata-se do maior vendedor de livros a nível mundial, tendo disponíveis mais de 1.000.000 de títulos de autores de todo o mundo. Esta entrada no TOP 100 é relativa à edição digital do livro, sendo de salientar que mais de metade do total de livros vendidos pela Amazon já pertencem a este formato.

Para comemorar, a autora decidiu oferecer o seu segundo livro “O Estranho Ano de Vanessa M.”, a todos os portugueses. É também uma forma original de dar a conhecer o seu trabalho no seu próprio país.

Para receber a versão digital do mesmo, basta subscrever o blog de Filipa Fonseca Silva, www.cronicasdumafashionvictim.blogspot.pt, até ao próximo dia 15 de Novembro.

Sobre a autora

Filipa Fonseca Silva nasceu no Barreiro em 1979. Licenciada em Comunicação Social e Cultural pela Universidade Católica, preferiu a Publicidade ao Jornalismo, tornando-se criativa publicitária em 2004, profissão que ainda exerce.

Sonha tornar o mundo mais verde e espalhar histórias bonitas, sendo “O Estranho Ano de Vanessa M.” o seu segundo romance. O primeiro chama-se "Os Trinta - Nada é como sonhámos" e foi publicado em 2011 pela Oficina do Livro.

Além de escrever, adora pintar, coleccionar sapatos e comer melancia. Vive em Lisboa com o marido, o filho e o gato Gucci.

Lançamento de O Senhor Pina, de Álvaro Magalhães e Luiz Darocha, a 18 de novembro


Livro-homenagem a Manuel António Pina é apresentado no dia em que este faria 70 anos

O Senhor Pina, publicado recentemente pela Assírio & Alvim, é uma homenagem comovente a Manuel António Pina, prestada por Álvaro Magalhães, um dos seus grandes amigos. Encontramos aqui um conjunto de dezasseis ficções que ergue um retrato íntimo, sensível e muito bem humorado do poeta, desde o seu modo peculiar de olhar e viver a vida e a literatura até à sua relação com Joanica-Puff, o Urso com Poucos Miolos que ele tanto admirava.

A sessão de homenagem e de lançamento deste livro terá lugar na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, no Porto, no próximo dia 18 de novembro, a partir das 21:30.

Numa primeira parte, Inês Fonseca Santos estará à conversa com Álvaro Magalhães e Luiz Darocha a propósito de O Senhor Pina.

Mais tarde, Germano Silva e João Luiz apresentarão o recém fundado Clube dos Amigos à Espera do Pina. Haverá ainda leituras, a cargo de Rui Spranger, e será projetado o vídeo À Espera do Senhor Pina, da autoria de Joana Rodrigues.

[Novidade Lua de Papel] O Dominador Trilogia Submissa - Volume 2 de Tara Sue Me

Sinopse
Nathaniel West é quem faz as regras, e as regras são claras: nunca aceitar uma submissa inexperiente.
Mas quando o sedutor milionário conhece Abby, comete o primeiro erro: decide aceitar a jovem e disponível candidata e submetê-la a um teste, na sua casa de campo, durante todo o fim-de-semana…
Ao subestimar a nova submissa, Nat dá o segundo passo em falso. Porque ela não sabe, mas quer aprender. É ingénua, mas sabe o que quer. E quer ultrapassar todas as barreiras, todos os tabus e descobrir o coração que verdadeiramente se esconde por trás da devastadora frieza de Nat.
Começa o jogo. Perigoso, erótico, sensual. E desta vez é Nathaniel quem nos conta a história - e é ele quem deixa cair, uma após outra, as máscaras atrás das quais se protege. Sempre dilacerado por um dilema: ele quer Abby por inteiro, quer conquistá-la. Mas não sabe como, e tem de aprender, mesmo quebrando todas as regras.
Mas até que ponto ele se deixará levar pelo desejo, quando estão em causa os terríveis segredos do seu passado?

[Porto Editora] Encontro de amor num país num país em guerra de Luis Sepúlveda

A Porto Editora publica, a 15 de novembro, Encontro de amor num país em guerra, um livro que recolhe contos dispersos, escondidos e guardados, durante muitos anos, nas gavetas de Luis Sepúlveda. Neste livro, que se divide em três partes ( «Amores e Desamores», «Heróis e Canalhas» e «Imprevistos»), é predominante o sentimento de tristeza, melancolia ou saudade, mas também de paixão e esperança. A procura de concretização do destino dos personagens assume um lugar de destaque, um caminho com obstáculos, por vezes bizarros, e encontros inevitáveis.

Sinopse:
O presente livro reúne um conjunto de narrativas que se encontravam dispersas por edições há muito esgotadas ou que permaneciam inéditas nas gavetas do autor. Com a sua publicação, Luis Sepúlveda quis de certo modo «encerrar» o capítulo da sua vida literária anterior a O Velho que Lia Romances de Amor, obra que, de um momento para o outro, em 1992, o transformou no caso mais sério da nova literatura latino-americana.
A aventura e a política, o amor e a guerra, a viagem e a utopia, a ironia e o mistério: todo o mundo do autor, com as suas paixões e os seus temas (alguns, como o tema amoroso, presentes pela primeira vez com tanta intensidade), comparece neste notável livro de relatos, que vem confirmar a mestria do grande escritor chileno e a sua incontornável presença na primeira fila dos grandes contadores de histórias nossos contemporâneos.

Sobre o autor:
Luis Sepúlveda nasceu em Ovalle, no Chile, em 1949. Da sua vasta obra (toda ela traduzida em Portugal), destacam-se os romances O Velho que Lia Romances de Amor e História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar. Mas Mundo do Fim do Mundo, Patagónia Express, Encontro de Amor num País em Guerra, Diário de um Killer Sentimental ou A Sombra do que Fomos (Prémio Primavera de Romance em 2009), por exemplo, conquistaram também, em todo o mundo, a admiração de milhões de leitores.
Do autor, a Porto Editora publicou recentemente História de um gato e de um rato que se tornaram amigos e Palavras em Tempos de Crise.

[Novidade ASA] As Águias de Roma - Livro IV de Enrico Marini

Sinopse
As runas já o haviam anunciado: ele era aquele que iria unir as tribos da Germânia. Mesmo que para isso tivesse de trair Roma, que tudo lhe deu, que fez dele o homem que ele é agora.
Armínio vai então desafiar o império romano. E Marco vai afrontar Armínio, o seu irmão de sangue. Assim se cumprem os destinos, desprezando a história e a amizade. E, quem sabe, também o amor… Porque, embora Marco seja soldado e romano, quem vive no seu coração não é o império, mas sim Priscilla. Priscilla que, mais uma vez, parece escapar-lhe. Renunciará ele à sua amada e àquele filho que chama «pai» a outro homem?

[Novidade SDE] A Lâmina na Alma Tigana - Vol. I de Guy Gavriel Kay

Sinopse
Tigana é uma obra rara e encantadora onde mito e magia se tornam reais e entram nas nossas vidas. Esta é a história de uma nação oprimida que luta para ser livre depois de cair nas mãos de conquistadores implacáveis. É a história de um povo tão amaldiçoado pelas negras feitiçarias do rei Brandin que o próprio nome da sua bela terra não pode ser lembrado ou pronunciado. 
Mas anos após a devastação da sua capital, um pequeno grupo de sobreviventes, liderado pelo príncipe Alessan, inicia uma cruzada perigosa para destronar os reis despóticos que governam a Península da Palma, numa tentativa recuperar um nome banido: Tigana. 
Num mundo ricamente detalhado, onde impera a violência das paixões, este épico sublime sobre um povo determinado em alcançar os seus sonhos mudou para sempre as fronteiras da fantasia.

[Novidade ASA] Provocadora (As flores mais raras - Livro II) de Madeline Hunter

Verity Thompson desapareceu no dia do seu casamento. O seu paradeiro manteve-se secreto durante dois anos. Um longo período em que o marido, o conde de Hawkeswell, viveu na penúria e na incerteza.
Verity deixou para trás uma fortuna imensa mas inacessível, pois o seu óbito não foi declarado. Nem poderia sê-lo pois ela está bem viva. Ao ser obrigada a casar, Verity fugiu de Londres e refugiou-se, incógnita, no campo. Sem qualquer interesse pelo título ou estatuto do marido, abdicou da sua fortuna em troca da liberdade. Mas o passado tem os seus próprios desígnios e a jovem vê-se agora obrigada a regressar à cidade e a um casamento sem amor.
Por seu lado, o arrogante Hawkeswell está disposto a chegar a um acordo: se Verity lhe conceder três beijos por dia, ele não a obrigará a cumprir os deveres conjugais. Mas, claro, há beijos e beijos… e Verity vai perceber até que ponto se arruinou ao entregar-se às mãos hábeis de um mestre.

[Novidade Quetzal] O Passado é um País Estrangeiro de Ali Smith

Sinopse
Era uma vez um homem que, certa noite, durante um jantar social, entre o prato principal e o doce, subiu as escadas e fechou-se num dos quartos da casa. À medida que as horas se transformam em dias, e os dias, em meses, as consequências deste estranho ato repercutem-se para o exterior, afetando os donos da casa, os outros convidados, a vizinhança e todo o país.

Ali Smith é autora multi-premiada (Whitebread, Man Booker, Orange, Saltire Society First Book of the Year, Scottish Arts Council Award) de vários livros de contos e de um romance - Hotel Mundo. Nasceu em Inverness, na Escócia, em 1962,e vive atualmente em Cambridge. Depois de A Primeira Pessoa e outras histórias, a Quetzal publica agora Amor Livre e outras histórias.

[Novidade Oficina do Livro] A Persistência da Memória de Daniel Oliveira

Camila está em conflito permanente com a sua consciência. Dotada de uma aptidão rara, a que a medicina designa por síndrome de memória superior, tem a capacidade de se recordar ao pormenor de todos os acontecimentos da sua vida, mesmo aqueles que desejaria esquecer. Nesta teia de emoções, onde se misturam passado e presente, amor e perda, culpa e prazer, Camila busca a liberdade que a memória não lhe concede, sobrevivendo entre relações extremas e perversas.

Um segredo inconfessável e a frágil fronteira entre sonho e realidade atravessam este romance desconcertante sobre a intimidade de uma mulher perseguida pelas sombras da sua própria história.


[Novidade Gradiva Publicações] Um Milionário em Lisboa de José Rodrigues dos Santos

Sinopse
Baseado em acontecimentos verídicos, Um Milionário em Lisboa conclui a espantosa história iniciada em O Homem de Constantinopla e transporta-nos no percurso da vida do arménio que mudou o mundo - confirmando José Rodrigues dos Santos como um dos maiores narradores da literatura contemporânea. 

Kaloust Sarkisian completa a arquitectura do negócio mundial do petróleo e torna-se o homem mais rico do século. Dividido entre Paris e Londres, cidades em cujas suítes dos hotéis Ritz mantém em permanência uma beldade núbil, dedica-se à arte e torna-se o maior coleccionador do seu tempo. 

Mas o destino interveio. 

O horror da matança dos Arménios na Primeira Guerra Mundial e a hecatombe da Segunda Guerra Mundial levam o milionário arménio a procurar um novo sítio para viver. Após semanas a agonizar sobre a escolha que teria de fazer, é o filho quem lhe apresenta a solução: 
Lisboa. 

O homem mais rico do planeta decide viver no bucólico Portugal. O país agita-se, Salazar questiona-se, o mundo do petróleo espanta-se. E a polícia portuguesa prende-o.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

[Novidade Porto Editora] Um Dia Negro de Robert Muchamore

Depois de República Popular e O Anjo da Guarda , a Porto Editora publica, a 8 de novembro, Um Dia Negro , o terceiro título da segunda série da coleção de sucesso CHERUB , de Robert Muchamore.

Em Portugal, até ao momento, e se contabilizarmos as duas séries da CHERUB e ainda a coleção Henderson’s Boys , venderam-se mais de 330 mil livros de Robert Muchamore.

O último dos doze volumes da primeira série da coleção CHERUB foi editado no início de 2013 e, desde então, a Porto Editora lançou três títulos da segunda série – com novo design , novos agentes, novas missões e ainda mais ação – e dois da coleção Henderson’s Boys , que revela as origens da CHERUB, o braço juvenil do MI5 britânico. Em Um Dia Negro , o protagonista, Ryan, tenta evitar um ataque terrorista na Black Friday , o dia mais movimentado nas lojas norte-americanas.

UM DIA NEGRO
Ryan está prestes a embarcar num avião, sabendo que as próximas 24 horas serão críticas. A sua missão será travar o maior ataque terrorista da história dos EUA.
Ryan trabalha para a CHERUB, uma organização secreta com uma vantagem essencial: nem os criminosos mais experientes suspeitam que crianças os possam vigiar.
Para efeitos oficiais, estas crianças não existem.

[Novidade Porto Editora] Malavita de Tonino Benacquista

Malavita é, por um lado, um nome dado aos grupos da Máfia italiana, mas é também o nome da cadela adotada pela família que protagoniza a história deste livro. Aparentemente comum, esta família pertence na verdade a uma organização mafiosa americana e, por estar ao abrigo de um programa de proteção de testemunhas, é obrigada a exilar-se (e integrar-se) numa pacata cidade francesa.

Uma família instala-se em Cholong-sur-Avre, na Normandia. Fred, o pai, diz ser escritor e preparar um livro sobre o Dia D. Maggie, a mãe, é voluntária numa associação de caridade e excelente na preparação de barbecues. Belle, a filha, faz honra ao seu nome. Warren, o filho, soube tornar-se indispensável para todos os colegas. E há a cadela, Malavita…
Uma família aparentemente como as outras, em suma. Mas uma coisa é certa: se eles forem viver para o vosso bairro, fujam sem olhar para trás… Um extraordinário romance de sátira, ação e suspense, agora adaptado ao cinema por Luc Besson.

[Novidade Editorial Presença] O Abrigo da Esperança de Debbie Macomber

Este é o segundo volume da série iniciada pela autora com A Estalagem de Rose Harbor‚ um livro que conheceu uma extraordinária receção em todo o mundo e também já publicado pela Presença. Jo Marie Rose, perante a perda quase certa do marido no Afeganistão, resolveu mudar a sua vida e comprar uma encantadora estalagem, numa acolhedora cidade à beira do Pacífico, onde pudesse receber hóspedes e proporcionar-lhes um ambiente familiar e cheio de paz. No início deste segundo livro, a primavera chegou, os rododendros carmesim e as azáleas vermelhas floresceram no jardim da estalagem e Jo Marie Rose espera ansiosamente a chegada de hóspedes. Reencontraremos pessoas que já conhecemos no volume anterior, e conheceremos outras que ali vão em busca de calor humano e talvez de uma segunda oportunidade de serem felizes.


Debbie Macomber é uma voz incontornável da ficção feminina. Vários dos seus romances alcançaram os lugares cimeiros das tabela de bestsellers do New York Times, USA Today e Publishers Weekly. Os seus livros deram origem a séries televisivas de êxito e foram várias vezes premiados. Os mais de 100 romances que escreveu, além de livros de não-ficção e livros infantis, atingiram já cerca de 170 milhões de livros vendidos em todo o mundo. O primeiro volume desta série está publicado pela Presença, nesta mesma coleção.

[Novidade Alfaguara] Histórias de loucura normal, de Charles Bukowski

Com Bukowski, não há meio-termo: ou se ama ou se odeia. Estas histórias, inspiradas na sua própria vida, são tão selvagens e inusitadas quanto as histórias dos seus romances. Bukowski foi uma lenda no seu tempo. Louco, recluso, amante. Afável e mesquinho. Lúcido e insano. Sempre inesperado. Estas histórias excepcionais vêm directas do âmago de uma vida, a que viveu, marcada pela violência e pela depravação. Histórias de liberdade, tão profanas quanto sagradas. Da prostituição à música clássica, Bukowski faz, nestas Histórias de Loucura Normal, um retrato irado, apesar de terno, bem-humorado e inquietante, da vida marginal de Los Angeles, uma realidade obscura e perigosa que emoldurou a vida de um dos maiores autores de culto do século xx. Histórias, afinal, da loucura que espreita dentro de cada um de nós, que faz do corpo uma marioneta e que não desaparece senão com a morte. «Um agitador profissional… representante da marginalidade de Los Angeles…»


Charles Bukowski nasceu na Alemanha, em 1920, mas cresceu em Los Angeles, onde viveu durante cinquenta anos. Publicou o seu primeiro conto em 1944, quando tinha vinte e quatro anos, e começou a escrever poesia com trinta e cinco anos. Morreu em 1994, aos 73 anos, pouco tempo depois de completar o seu último romance, Pulp. Viu publicados mais de quarenta e cinco livros de prosa e poesia, incluindo os romances Post Office (1971), Factotum (1975), Women (1978), Ham on Rye (1982), Hollywood (1989) e Pulp (1994). É um dos autores americanos contemporâneos mais conhecidos a nível mundial e, possivelmente, o poeta americano mais influente e imitado de sempre. A Alfaguara publicou, em 2012, Hollywood e Pulp.

[Novidade Alfaguara] Estrada para Los Angeles de John Fante

Aos 18 anos, Arturo Bandini vive com a mãe e a irmã em San Pedro, o porto de Los Angeles. Obrigado, pela morte do pai e pela grande crise de 1929, a trabalhar em empregos duros e mal pagos, tem nas revistas pornográficas o seu único alívio, um hábito muito censurado pela beatice da mãe e da irmã. As suas outras leituras consistem nos livros que procura na biblioteca, obras de grandes autores como Nietzsche e Schopenhauer, que Arturo mal compreende mas que gosta de se gabar de ter lido. Lê-as, ao mesmo tempo que emprega um vocabulário forçadamente erudito, na esperança de cumprir o sonho de ser escritor. Arturo Bandini, um italo-americano a tentar vingar na vida em plena Grande Recessão, é uma personagem intrigante, bizarra e absolutamente única, que John Fante nos deu o privilégio de seguir numa saga em quatro volumes. A estrada para Los Angeles, o primeiro romance de Fante, descreve os rituais de iniciação de Bandini na vida adulta, para a qual está gritantemente impreparado.

[Novidade Sextante Editora] Deixa lá e Más novas de Edward St Aubyn

Edward St Aubyn é um dos mais proeminentes escritores ingleses da sua geração, apelidado de brilhante pelos seus pares e pela crítica. Em Portugal, Miguel Esteves Cardoso já se declarou um admirador: “Dirão que St Aubyn é um classicista mas a verdade é que é moderno. Escreve é muitíssimo bem. É capaz da maior frieza e da maior empatia. Tem um sentido de humor monumental, no verdadeiro sentido da palavra. É um gozão e um gozador; um tarado e um observador.” A partir do dia 1 de novembro, este surpreendente autor vai deixar de estar inédito em Portugal, com a publicação, pela Sextante Editora, de Deixa lá | Más novas, volume que inclui os dois primeiros livros do quinteto A família Melrose. Nesses cinco livros - que a Sextante Editora publicará em 3 volumes -, «St Aubyn observa uma família inteira debaixo de um microscópio e desvela todas as suas dolorosas e inevitáveis complexidades», diz a escritora Maggie O’Farrel, que apelida cada um dos romances de obras-primas.

Sinopse:
Neste volume publicam-se os dois primeiros livros de um quinteto, escrito entre 1996 e 2012, que segue a vida de Patrick Melrose.
Em Deixa lá, Patrick é o filho de cinco anos, frágil e filosófico, de um pai brutal e uma mãe omissa. Reunida numa casa na Provença, a aristocrática família aguarda a chegada de visitas.
Em Más novas, Patrick, agora com vinte e dois anos, recebe um telefonema: o pai morreu, e ele terá de voar até Nova Iorque para recolher as suas cinzas. Aí chegado, gasta dinheiro a rodos num festim de drogas e bebida, na tentativa de silenciar o bizarro circo de feras em que se tornou a sua mente.

[Novidade Porto Editora] O mundo segundo Bob de James Bowen

Continuação do bestseller A minha história com Bob.

Quando o músico de rua James Bowen conheceu o gato Bob, as vidas dos dois mudaram. Parte dessa realidade – o drama de um homem dependente de drogas que encontra a sua boia de salvação numa camaradagem improvável – foi contada no livro A minha história com Bob , publicado em 2012 pela Porto Editora. A 1 de novembro de 2013, chega às livrarias. O mundo segundo Bob , a continuação dessa história real. A minha história com Bob, uma narrativa comovente que impressionou os leitores, está nos principais tops de vendas do Reino Unido há mais de um ano. O mundo segundo Bob é um dos livros apontados internacionalmente como provável sucesso de Natal.

O gato Bob está no Facebook, em www.facebook.com/gatobobportugal .

Sinopse:
Quando James Bowen encontrou um gato alaranjado nas escadas do prédio onde vive, não fazia ideia do quanto a sua vida iria mudar. James e o gato Bob têm vivido uma experiência excecional. No seu livro anterior intitulado A minha história com Bob , acompanhámos os primeiros passos de uma amizade improvável e que veio a revelar-se determinante na recuperação de James. Agora é altura de reaprender a viver no mundo real. É raro o dia em que Bob não oferece momentos de inteligência, coragem e humor, chamando a atenção do seu amigo James para a importância da amizade, lealdade e de quão importante é ser feliz. James revela-nos como sente que Bob tem sido o seu protetor em momentos difíceis, como quando esteve doente ou foi ameaçado de morte. Neste segundo livro, James Bowen oferece-nos um relato emotivo, evocando momentos de alegria intercalados com episódios de tristeza e demonstrando que num mundo tão hostil continua a haver espaço para a esperança.

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Aquisições Novembro #1


No domingo passado fui ao cinema, passei pela Bertrand e... Trouxe comigo mais três inquilinos! Eu adoro os packs da SDE! 18 euros por três livros! É impossível resistir, e assim foi. Ia para comprar umas botas, mas não vieram botas nenhumas mas sim três livros xD

Aquisições - Outubro #2


Outubro já passou e trouxe com ele mais dois livrinhos para mim! E os dois da saga Predadores da Noite! Só me falta um para ter a saga atualizada! O Caçador de sonhos comprei-o a 9 euros no Continente (bela promoção) e o Acheron, o meu querido Acheron, foi-me oferecido pelo meu mais que tudo que me fiz uma bela surpresa *.* Ele sabe como me fazer feliz xD
A minha ideia é recomeçar a ler a saga pela ordem correta mas até lá ainda tenho outros leituras com prioridade.



Rubrica: Os favoritos do mês [Outubro]


Eu sei, eu sei! Devia ter saído no dia 1 de Novembro e já está com 4 dias de atraso! Peço imensas desculpas, mas acredito que quem ande na Universidade sabe que estou a passar por um período de mudança e de adaptação. Outubro não foi pêra doce, muito trabalho, muito estudo, muito sono e poucas leituras. O tempo para me dedicar ao blogue tem sido escasso. Os meus dias têm sido uma rotina constante, estudar à tarde, chegar a casa, jantar e ir dormir. Mas o mês passado também trouxe coisas boas! E não podia ter começado melhor! E porquê? Continuem a ler para descobrir ;)

- The blower´s daughter - Damien Rice
Ouvia e voltava a ouvir esta música na rádio mas não conseguia descobrir quem a canta ou o título desta. Depois de alguns dias de procura, encontro-o e o meu botão de replay ia morrendo! Apesar de já ter 4 anos, desconhecia tal preciosidade.


E deixo-vos aqui mais uma música que me encantou, admito que adoro a voz deste menino *.*


- O livro: O VÉU DA MEIA-NOITE de Lara Adrian
Com muitas, mas mesmo muitas poucas leituras este mês, estreei-me na Lara Adrian que me conseguiu agarrar com os seus guerreiros da noite e com uma personagem feminina forte e corajosa, com todo o estilo que eu adoro numa personagem feminina. Por um lado faz-me lembrar as histórias da saga Predadores da Noite da SK, porque apresenta uma temática parecida, com todo o mistério, ação e reviravoltas pelo meio.


- O filme:Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos
As adaptações de livros para o cinema estão em força este ano! É o Nómada, Carrie, Os instrumentos mortais, jogos da fome, o Hobbit... Entre outros que eu não me lembro de momento! Foi sem nenhuma expectativa que vi este filme e porquê? Nunca li nenhum livro, desconhecia qualquer facto sobre ele tirando o trailer que vi algumas meses atrás. E qual é o feedback? Fiquei curiosa em pegar nos livros e descobrir todos os segredos deste mundo dos Instrumentos Mortais. Acredito que os livros sejam melhor que o filme (como de costume) e acredito que haja muito factos que não foram revelados nos filmes mas que estão presentes no livro. Para uma sessão da tarde, é um belo filme para se ver na companhia de alguém e claro, com um balde de pipocas à mistura!

- O Acontecimento: Mais um perigo na estrada!
Outubro começou da melhor maneira! No dia 1 de Outubro lá fui eu para o exame de condução, nervosa que nem uma vara tonta, a ter só pensamentos negativos. Mas afinal não foi tão mau como pensava que fosse e fiz aquilo da melhor maneira que consegui. Bem, tanto consegui que passei! Respirei de alivio e não podia acreditar que já tinha a carta! Admito que ainda sou um pouco aselha na condução e que não gosto de carros a gasolina xD

domingo, 3 de novembro de 2013

[Novidade Planeta] Sob o céu que não existe de Veronica Rossi

O mundo mantinha-os separados, mas o destino reuniu-os. Aria viveu toda a vida no Casulo protegido de Reverie. Este era o seu mundo e nunca pensou sobre o que estaria para lá das fronteiras. Mas, quando a mãe desaparece, Aria vê-se confrontada a sair para o exterior para a procurar, e a sobrevivência no deserto o tempo suficiente para a encontrar parece impossível. Então Aria encontra um estranho chamado Perry. Ele também está à procura de alguém. Mas é um Externo, um Selvagem, contudo é a única pessoa capaz de a manter viva na travessia do deserto. E se conseguirem sobreviver serão a esperança um do outro para encontrar respostas às perguntas que vão surgindo à medida que se vão conhecendo.

[Novidade] Quinta campa além da luz de Darynda Jones

Ele anda à procura dela. E quer tudo: corpo e alma. Desta vez é bem capaz de conseguir...
Charley Davidson não é uma mulher vulgar. Apesar disso, fica insegura quando o diabolicamente sensual Reyes Farrow se muda para o apartamento vizinho. Para tornar tudo ainda mais complicado, ele é o principal suspeito de um caso sob investigação. Charley jurou afastar-se dele até apurar a verdade dos factos... mas começaram a aparecer-lhe mulheres mortas em casa, confusas e aterradas. Quando suspeita que a sua irmã será a próxima vítima do assassino em série, não tem outra solução senão pedir ajuda a Reyes. Com a sua capacidade de observar incorporeamente, certamente poderá descobrir o responsável. Ele consegue ajudá-la, mas quer algo em troca. Charley. Na totalidade. O seu corpo e a sua alma. Mas, para proteger a irmã, esse é um preço que Charley está disposta a pagar.

[Novidade TopSeller] O Juramento da Rainha de C. W. Gortner

Isabel é apenas uma adolescente quando a forçam a tornar-se uma peã numa conspiração para destronar o seu meio-irmão, o rei Henrique. Acusada de traição e posta cativa, aos dezassete anos vê-se subitamente coroada rainha de Castela, o maior reino de Espanha.
Mergulhada num conflito mortal para manter o trono, está determinada a casar-se com o único homem que ama, mas que lhe é proibido: Fernando, príncipe de Aragão. Quando decidem unir os reinos de ambos sob o lema «uma só coroa, um só país, uma só fé», Isabel e Fernando deparam-se com uma Espanha empobrecida e cercada por inimigos.
Com um grande interesse pela descoberta do desconhecido, deixa-se apaixonar pela visão de um enigmático navegador chamado Colombo.
Mas quando os mouros do reino de Granada declaram guerra, tem lugar uma violenta e terrível batalha contra um antigo adversário, que irá testar toda a determinação, a coragem e a crença tenaz que Isabel tem no seu destino.


[Novidade Planeta] A BIBLIOTECÁRIA DE AUSCHWITZ de Antonio G. Iturbe

Um livro diferente de tudo o que já leu sobre o Holocausto e de que poucos têm conhecimento. Pela primeira vez ficamos a saber da existência de livros num campo de extermínio. Minuciosamente documentado, e tendo como base o testemunho de Dita Dorachova, a jovem bibliotecária checa do Bloco 31, este livro conta a história inacreditável, mas verídica, de uma jovem de 14 anos que arriscou a vida para manter viva a magia dos livro, ao esconder dos nazis durante anos a sua pequena biblioteca, de apenas oito volumes, no campo de extermínio de Auschwitz.
Este livro é uma homenagem a Dita, com quem o autor tanto aprendeu, e à memória e valentia de Fredy Hirsh, o infatigável instrutor judeu do Bloco 31 que criou em segredo uma pequena escola e uma ainda mais minúscula biblioteca, apenas com oito livros.
No meio do horror, Dita dá-nos uma maravilhosa lição de coragem: não se rende e nunca perde a vontade de viver nem de ler porque, mesmo naquele terrível campo de extermínio nazi, «abrir um livro é como entrar para um comboio que nos leva de férias.»

[Novidade Asa] Crime de Luxo de Ngaio Mars

Sinopse:
As jovens debutantes suspiram, ansiosas. As mães casamenteiras planeiam minuciosamente cada lanche, baile e jantar. Em Londres, uma nova temporada está prestes a começar.
Mas por detrás de tão enérgica atividade, a alta sociedade está a ser vítima de um crime tão abjeto quanto silencioso. Alguém está a chantagear as mais notáveis famílias da cidade... e essa pessoa também planeia cuidadosamente todos os seus passos.

O inspetor-chefe Roderick Alleyn, ele próprio um aristocrata, move-se suficientemente bem naquele meio para perceber que algo de estranho se passa. Encontrou, até, o aliado perfeito. O seu amigo Lorde Robert Gospell aceitou misturar prazer e dever num dos bailes mais aguardados do ano.
E para mal dos seus pecados, o bom lorde descobriu o culpado...

[Novidade Quetzal] A Filha das Flores de Vanessa da Mata

Romance de estreia de uma das grandes figuras da música popular brasileira.

A Filha das Flores, romance de estreia de Vanessa da Mata, revela uma hábil criadora de cenários e de personagens, além de uma superior destreza linguística capaz de maravilhar todas as cores da língua portuguesa.
Giza cresce numa pequena cidade brasileira e ajuda, com o seu trabalho, num negócio de flores muito especial, gerido por Florinda e Margarida que a tratam como irmã.
Aos 18 anos, Giza apaixona-se por Tito, mas Florinda apressa-se a pôr um fim à sua paixão.
À medida que Giza vai crescendo, a vila parece ir diminuindo, o que faz com que ela comece a procurar novos territórios e encontre a «Vila» - um bairro periférico, detestado pela população em geral. Aí faz novos amigos que a iniciam na história secreta daquele lugar que se revela estar ligada à sua própria origem.

Sobre a autora:
Vanessa da Mata nasceu no Mato Grosso, em 1976. É uma compositora e cantora galardoada com um Grammy. Lançou quatro álbuns, e as suas canções «Ai, Ai, Ai», «Boa Sorte» e «Amado» ocuparam, sucessivamente, o primeiro lugar do top brasileiro. Vanessa da Mata participou num programa da MTV e foi considerada uma das 25 mulheres mais criativas, em 2007. A Filha das Flores é o seu primeiro romance.