Crítica Literária - Na Cama com um Highlander

"A escritora é conhecida pelos seus livros eróticos, um já foi publicado em Portugal (Obsessão) e o segundo já vem aí (Submissa), mas este livro apresenta uma atmosférica mais romântica, uma escrita leve com cenas engraçadas, divertidas e por vezes até sensuais. "

Crítica Literária - Pecados Escondidos

"Julianne foi uma personagem que me cativou bastante pelo facto de não ser uma rapariga mimada e cabeça de vento (muito costume na época), mas sim uma jovem bastante humilde e que chega a pensar primeiros nos outros e depois nela própria. "

Crítica Literária - O Beijo Encantado

"Para a época em que o livro se passa, os diálogos têm um q.b de texto moderno, mas que torna o livro apetitoso e rápido. "

Crítica Literária - Inocência perdida

Nora Roberts volta a surpreender-me, voltando a enganar-me. Pensei que pela primeira vez tinha descoberto quem era o vilão da história mas nas últimas páginas houve uma reviravolta que me fez ficar de queixo caído, literalmente!

Crítica literária - Rosa Selvagem

"No início do livro, a autora acaba por desenvolver o tema de diferenças de classes mas acaba por ir diminuindo essas referências, o que acabou por haver um ambiente de "mundo cor-de-rosa" em vez de um mundo realista. "

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

[Novidade A Esfera dos Livros] As Mulheres do Marquês de Pombal de María Pilar Queralt del Hierro

Por detrás de um grande homem de Estado como Sebastião José de Carvalho e Melo não está uma grande mulher, mas sim várias. Umas unidas por laços de sangue, como a sua mãe Maria Teresa Luiza de Mendonça e Melo, outras por laços afetivos como as suas duas esposas. A primeira, dez anos mais velha que o jovem Sebastião, foi a viúva Teresa de Mendonça e Almada. O namoro não foi bem aceite, mas Sebastião José não hesitou, raptou a noiva e casou em segredo, escandalizando tudo e todos. Amor ou ambição por um casamento com uma mulher de uma classe superior à sua? O casamento foi curto, a mulher morreu de doença enquanto o jovem ascendia na carreira diplomática. Primeiro Londres, depois Viena. Foi aqui que conheceu a sua segunda mulher, companheira de uma vida e mãe dos seus quatro filhos, Maria Leonor Ernestina Daun. Mas Sebastião José era um homem inteligente, frio, mais dado às suas ambições políticas que às artes do coração. Há uma mulher que fica na história como a grande protetora e responsável pela sua ascensão ao poder: a rainha Maria Ana de Áustria que o colocou ao lado de D. João V e depois do filho D. José I. Mas também foram as mulheres as responsáveis pela sua queda. O seu confronto com a Marquesa de Távora, D. Leonor, o processo sangrento daquela família e o desafeto de D. Maria I por este homem levaram-no à desgraça. A autora bestseller María Pilar Queralt del Hierro traz-nos a história destas mulheres que, de uma forma ou de outra, estiveram presentes na vida do Marquês de Pombal, o estadista ilustrado que soube fazer com que Lisboa renascesse das cinzas em 1755. Viajamos pela sua escrita através do século XVIII, pelos palácios reais, pelas intrigas da corte, pelos salões onde se reuniam escritores, artistas, políticos unidos pelos ventos do Iluminismo, é aqui neste ambiente que conhecemos Teresa Margarida da Silva ou Leonor de Almeida Lorena, Marquesa de Alorna.

[Novidade Albatroz] No Harém de Kadhafi de Annick Cojean

Soraya tem apenas 15 anos quando, certa manhã, recebe a notícia da visita do líder da Líbia, Muammar Kadhafi, à sua escola. Como praticamente todos os jovens líbios, também ela cresceu no culto da veneração ao Guia, encarado como um deus, vivendo «num olimpo inatingível». Quando é apresentada ao Coronel, este pousa uma mão sobre a sua cabeça e acaricia-lhe os cabelos.
A vida de Soraya, a sua infância e todas as esperanças de futuro terminam nesse exato momento, pois com esse gesto o Guia acabou de indicar às suas guardas que Soraya passará a ser sua escrava sexual.
Nos anos seguintes, Soraya é torturada, violada, espancada, obrigada a consumir álcool e drogas. Tenta por várias vezes escapar, e consegue mesmo fugir do país, mas o regime de terror em que vive torna-a frágil, incapaz de interagir com os outros de forma saudável. Nem sequer a morte e o desaparecimento dos seus algozes vem apaziguar o medo, a vergonha, a revolta.
A jornalista Annick Cojean foi a fiel depositária desta e de outras histórias, conduzindo uma investigação que traz a lume a utilização das mulheres líbias como armas de guerra no seio de uma sociedade corrompida, cuja população é, ainda hoje, simultaneamente vítima e cúmplice da uma política de silêncio que urge romper, para que se faça finalmente justiça.

[Novidade Guerra&Paz] A Menina dos Ossos de Cristal de Ana Simão

Inês é uma menina única, como todas as meninas do mundo. Mas, ao contrário delas, Inês nasceu num corpo muito frágil e os seus ossos partem-se em mil pedaços, como se fossem de cristal.

Inês tem uma doença muito rara, Osteogénese Imperfeita (OI) - mais vulgarmente conhecida como doença dos ossos de vidro - e aos 14 anos o seu pequeno corpo já tinha sofrido mais de 100 fracturas.
A menina cuja história de luta e coragem vamos acompanhar não se deixou vencer pelo medo: nem quando quis dar os primeiros passos e não conseguiu, nem quando todas as crianças corriam e brincavam e ela estava numa cama de hospital, embalando nos seus sonhos Mefibosete, o menino imaginado pelo seu pai.
Da perda da inocência nas mãos de um curandeiro, passando pela enorme luta da família para não a perder, até à licenciatura conquistada a pulso, a vida da Menina dos Ossos de Cristal transforma-se, diante dos nossos olhos, no triunfo da mulher que, contra todas as expectativas, consegue vencer. Como todos aqui aprenderemos, há apenas uma frase rara que nós, como Inês, nunca devemos esquecer: amor é poder.
Um livro que conta com a divulgação e promoção por parte da APOI (Associação Portuguesa de Osteogénese Imperfeita) e a Associação Raríssimas.

[Novidade SDE] Sahara - Uma aventura de Dirk Pitt de Clive Cussler

Quando Dirk Pitt conheceu Eva Rojas, não esperava que a cientista da Organização Mundial de Saúde que o acompanharia nesta sua aventura pelo grande deserto africano fosse uma mulher jovem e atraente. E certamente não contava que ela fizesse despoletar um perigo tão eminente… 

Nos confins do deserto africano, Pitt descobre que um laboratório ultrassecreto está a despejar um químico letal nos rios, ameaçando matar milhares de pessoas... e acabar com toda a vida marinha no planeta. 

Com o objetivo de alertar o mundo para a catástrofe iminente, Pitt lança-se numa perigosa aventura pelo implacável Sahara, tentando escapar a um ditador sem escrúpulos da África Ocidental e a um industrial francês com planos megalómanos.

[Novidade Bertrand Editora] Cristóvão Colombo /As quatro viagens) de Laurence Bergreen

A viagem de Cristóvão Colombo através do Oceano Atlântico, em busca de uma rota comercial para a China, e o seu desembarque inesperado nas Américas, em 1492, é um marco na História do mundo. No entanto, Colombo fez mais três viagens no espaço de apenas uma década, cada uma projetada para demonstrar que seria possível navegar até à China numa questão de semanas e converter os habitantes ao cristianismo. Estas viagens foram ainda mais ousadas, violentas e ambíguas, mas revelaram a noção extraordinária de Colombo sobre o mar, a sua mente brilhante que funcionava em paralelo com ilusões de grandeza, e as suas excelentes habilidades de navegação. Em todas estas aventuras, quase nunca perdeu um marinheiro. Na sua conclusão, no entanto, Colombo era um homem quebrado, no corpo e espírito. Se a primeira viagem ilustra as recompensas da exploração, as últimas viagens revelam-nos os seus custos trágicos, políticos, morais e económicos. 
Com muita riqueza em detalhes, Laurence Bergreen recria cada uma dessas aventuras, assim como o contexto histórico da célebre e controversa vida de Cristóvão Colombo.

[Novidade Guerra&Paz] A Arte de dormir sozinha de Sophie Fontanel

Foi uma opção. Aos 27 anos, Sophie Fontanel, jovem, cosmopolita e sem tabus deixou que o sexo saísse da sua vida. Uma escolha que se prolongou por 12 anos, provocando estranheza em todos os que sabiam desta escolha.
Amigos, conhecidos e desconhecidos, ninguém conseguiu ficar indiferente a essa decisão de viver sem sexo. Viver sem sexo não é, no entanto, necessariamente viver sem sexualidade. Ao choque inicial, seguia-se, nas pessoas que a ouviam, uma curiosidade intrusiva e, quase inevitavelmente, uma tentativa – por vezes involuntária -, de a fazer mudar de ideias. A falta de vida sexual de Sophie Fontanel incomodava, para não dizer que escandalizava, os que a rodeavam.
Directora adjunta de uma revista feminina, a ELLE, Sophie Fontanel conta a sua experiência em «A Arte de Dormir Sozinha», um livro que se tornou num êxito de vendas em França 15 dias depois de ter sido publicado. Um sucesso que se repete nos Estados Unidos da América e na Turquia. O livro de Sophie Fontanel já vendeu mais de 200 mil exemplares e tem sido objecto de milhares de artigos e entrevistas em todo o mundo.
Em Portugal, «A Arte de Dormir Sozinha» chega às livrarias a 19 de Fevereiro. A autora estará em Lisboa, para uma visita de promoção do livro, nos dias 7 e 8 de Março.

[Novidade Suma de Letras] "Vejo-te" de Irene Cao

Se fosse possível capturar o prazer, Elena fá-lo-ia com os olhos. Com vinte e nove anos, de uma beleza inocente mas vistosa, ainda não sabe o que é a paixão. O seu mundo gira à roda do fresco que está a restaurar num palácio em Veneza, a cidade em que nasceu. Mas tudo muda quando conhece Leonardo, um chef de fama internacional, que irrompe na sua vida, arrasando tudo: a recente história de amor com Filippo, a ideia que sempre teve de si própria e, principalmente, a sua forma de viver o sexo.
Porque Leonardo, inquilino inesperado do elegante palácio em que Elena trabalha, chegou para lhe abrir as portas de um paraíso inexplorado cujas chaves só ele possui. Mestre na arte de dar prazer através das suas criações culinárias, Leonardo sabe que o prazer é uma conquista de todos os sentidos. E promete levar Elena para lá dos seus limites, até ao doce e perigoso abismo da obsessão. Mas sob uma condição: Elena nunca poderá apaixonar-se por ele. Elena não tem alternativa senão aceitar e deixar-se seduzir por aquele homem de passado obscuro, que parece fugir do seu desejo de o amarrar…

[Novidade Oficina do livro] O dono do Mundo de João Ermida

Paulo, um português ambicioso que trabalha na banca de investimento, vê surgir a grande oportunidade da sua carreira logo após a queda do Muro de Berlim. Graças a essa viragem na História, a instituição norte- americana da qual é funcionário desafia-o a liderar o crescimento dos seus negócios de mercados financeiros nos países emergentes do Leste europeu. Esse será o início da ascensão vertiginosa de Paulo, contada neste romance bem revelador do universo de luxo e de ganância desmedida, de deslumbramento e de vaidade extrema, de falta de escrúpulos e de poder ilimitado, que envolve os profissionais da alta finança - nomeadamente os responsáveis pelas raízes da crise mundial que rebentou em 2008 e ainda hoje se faz sentir.  Abordando as crises financeiras do México e da Ásia, nos anos 1990, e escrito com base na experiência profissional do autor, que chegou a ser tesoureiro mundial do grupo Santander, O Dono do Mundo é um romance que nos ajuda a compreender, numa altura em que se gastam biliões a resgatar economias falidas, como se estabelecem os negócios na banca de investimento pelo mundo fora e como foi possível termos chegado à terrível encruzilhada de valores em que nos encontramos.

[Novidade Quinta Essência] Tornado de Sandra Brown

Ela procura o assassino da irmã… e talvez seja a próxima vítima.  Bellamy Lyston tinha apenas doze anos quando a irmã mais velha, Susan, foi morta num dia de feriado tempestuoso em finais de Maio. Atualmente, dezoito anos mais tarde, Bellamy escreveu um livro de grande sucesso que se baseia no assassínio de Susan. Uma vez que o livro se tinha inspirado no trágico acontecimento que continua a amargurar a sua família, ela decidiu publicá-lo sob um pseudónimo, a fim de os proteger de uma publicidade indesejada. Mas quando um repórter oportunista descobre que o livro é baseado em factos verídicos, a identidade de Bellamy é revelada a par do escândalo da família. Além disso, Bellamy torna-se alvo de alguém sem escrúpulos que, ou por querer que a verdade subjacente ao assassinato de Susan continue por desvendar ou, ainda mais ameaçador, por estar determinado a vingar-se por um homem acusado e condenado injustamente. Para poder identificar quem anda a assediá-la, Bellamy vê-se confrontada com os fantasmas do seu passado, entre os quais se inclui Dent Carter, o namorado instável e irresponsável de Susan - um dos primeiros suspeitos de ter cometido o crime. Dent, com esta e outras máculas no seu passado, está firmemente decidido a limpar o seu nome, para o que precisa da memória bloqueada de Bellamy. Contudo, as suas recordações, até então bloqueadas - depois de desbloqueadas - constituem novos perigos imprevisíveis.

[Novidade Quinta Essência] As portas da Meia-noite de Lara Adrian

No árido e gélido deserto do Alasca, a ex-agente da polícia Jenna Darrow consegue sobreviver a um acontecimento inexplicável que a fere no corpo e na alma. Contudo, a sua fuga traz-lhe um desafio ainda maior. No seu interior estão a ocorrer mudanças estranhas, e ela luta consigo própria para tentar compreender e controlar uma nova fome. Para isso, refugia-se em Boston no recinto da Ordem, uma antiga raça de guerreiros vampiros cuja própria existência está rodeada de mistério. Possivelmente, o mais misterioso de todos é Brock, um macho alfa melancólico de olhos negros e aspeto ameaçador cujas mãos têm o poder de consolar, curar... e seduzir. Enquanto recupera com os cuidados de Brock, Jenna sente-se atraída pela missão da Ordem: fazer com que um inimigo cruel e o seu respetivo exército de assassinos pare de submeter a humanidade a um reino de terror. Apesar da determinação de ambos em lutar contra os próprios sentimentos e deixar-se levar apenas por uma atração física, Jenna e Brock ver-se-ão envolvidos num desejo muito mais selvagem do que a vida e mais forte do que a morte... Até que um segredo do passado de Brock e a mortalidade de Jenna submeterão o amor proibido que ambos sentem um pelo outro a uma última prova de fogo.

[Novidade Oficina do Livro] O segredo da Serra de Arinda Rodrigues

O David e os amigos não adivinhavam o que os esperava naquelas férias da Páscoa, quando foram passar uns dias à região da Beira Alta. À história de uma moura misteriosa junta-se uma série de acontecimentos estranhos que os leva numa aventura. Que mistério encerra aquela serra há tantos anos? O que esconderá a lapa da moura? E que segredos ocultarão os habitantes da aldeia? Uma aldeia numa serra, uma lenda de encantar, uma misteriosa presença, um perigo iminente e cinco amigos apostados em deslindar o mistério e incumbidos de salvar a serra. Juntos, aceitam o desafio de Gaia, vencem o medo e descobrem-se parte de um todo único e muito maior do que eles, no qual podem viajar, percorrer as entranhas da serra e até ter amigos lobos e suspender o tempo.

[Novidade Dom Quixote] The Killing II - Segunda Temporada de David Hewson

A série The Killing, criada por Søren Sveistrup e produzida pela DR – Danish Broadcasting Corporation –, recebeu prémios prestigiosos por toda a Europa, incluindo um BAFTA para a melhor produção europeia no Festival de Televisão de Monte Carlo e numerosas nomeações para os Emmy. Foi um enorme sucesso nos países onde foi exibida e tornou-se um fenómeno de culto. Este livro corresponde à segunda temporada da série televisiva e o enredo prende-se com uma missão de tropas Dinamarquesas no Afeganistão, um tema muito atual.

[Novidade Casa das Letras] Josefina de Kate Williams

Conheça a arrebatadora história de Josefina, a jovem crioula que se tornou imperatriz de França. O futuro não parecia promissor para a jovem da Martinica que fora abandonada em Paris pelo marido aristocrata. Contudo, sempre engenhosa e determinada a manter-se na sociedade parisiense, procurou refúgio num convento, onde sublimou a voz rouca e a graciosidade sensual que se tornaram os seus poderosos atributos. No período de Terror que se seguiu à Revolução, Josefina sobreviveu ao cativeiro e emergiu como figura central de um universo de festas profundamente mundanas. Inebriante, promíscua e encantadora, dominou os jornais e surpreendeu o mundo ao encorajar os avanços de um soldado corso e marginalizado, seis anos mais novo do que ela. Josefina foi a famosa anfitriã e exímia diplomata, a consorte perfeita para o ambicioso Napoleão que se tornou Imperador Supremo. Contudo, à medida que granjeava fama e poder, Napoleão tornou-se cada vez mais obcecado com a necessidade de um herdeiro e mais irritado com os gastos extravagantes da sua amada. A mulher que encantara França estava desesperada e assoberbada com as exigências da vida pública. Por fim, divorciada aos quarenta e sete anos, viu-se obrigada a assistir nos bastidores ao nascimento do filho de Napoleão com a sua jovem noiva.

[Novidade Casa das Letras] Lost Boys : O Verdadeiro Amor Nunca Morre de Lilian Carmine

Acabada de mudar de cidade, Joey Gray sente-se um pouco perdida, até que conhece um misterioso e atraente rapaz perto da sua nova casa. Mas Tristan Halloway não é o que aparenta ser à primeira vista. E há uma razão muito especial para ele andar a vaguear por entre as sepulturas do cemitério da cidade… Mais do que uma história sobrenatural, Lost Boys fala sobre o amor absoluto, a música e a amizade. Conhece Joey Gray e os seus rapazes enquanto embarcam na maior aventura das suas vidas!

[Novidade Quinta Essência] Reencontro em Barcelona de Elizabeth Adler

A dupla de detetives Sunny Alvarez e Mac Reilly está de volta com mais intriga, escândalo e suspense neste
maravilhoso romance que a levará das colinas de Hollywood até às ruas de Barcelona.  Bibi Fortunata, cantora, atriz e celebridade é uma estrela do mundo do espetáculo. No auge da sua carreira é detida por suspeitas de ter assassinado o amante e a mais recente amante deste, que era também a sua melhor amiga. Bibi tornou-se notícia de primeira página, pelos piores motivos, mas a polícia nunca conseguiu provar nada e Bibi foi libertada, ainda com o pálio da suspeita a pender sobre a sua cabeça, partindo para Barcelona, onde pura e simplesmente desapareceu. Quando Paloma, a filha de Bibi, pede ajuda a Mac e Sunny, eles não conseguem resistir à tentação de resolver aquele mistério de uma vez por todas. Quem matou o amante de Bibi e a amante deste? Quem quereria incriminar Bibi?  Com as descrições exuberantes, reviravoltas no enredo e personagens cativantes que são a imagem de marca de Elisabeth Adler, vai ser impossível parar de ler Reencontro em Barcelona.

[Novidade Planeta] Fogo e Gelo - Gatos Guerreiros 2 de Erin Hunter

Depois do sucesso de O Apelo da Floresta, mais uma aventura emocionante da saga dos Gatos Guerreiros que é um best-seller internacional. E atenção, que eles não ficam por aqui!

SÓ O FOGO PODE SALVAR O NOSSO CLÃ…

Coração de Fogo é agora um guerreiro do Clã do Trovão, mas o perigo ainda espreita na floresta… e mais perto do que pensa! Com o frio do Inverno a instalar-se, os gatos do Clã do Rio, seus rivais, estão a ficar inquietos; e o Clã do Vento encontra-se enfraquecido, cercado de ameaças por todos os lados…

À medida que a tensão vai crescendo em direcção a um desfecho inevitável, Coração de Fogo terá de enfrentar não só a iminência de uma batalha mas também a traição que vem de dentro do seu próprio Clã.

[Novidade Planeta] A Herança da Armada Invencível de Scott Mariani

Um segredo afundado. Uma mulher desaparecida. Uma corrida contra o tempo.
O ex-SAS Ben Hope encontra-se a descansar na sua casa na Normandia quando recebe a pior notícia da sua vida.
A ex-namorada Brooke Marcel foi raptada.
Correndo contra o relógio, a busca frenética de Ben por Brooke leva-o da Irlanda às montanhas espanholas e às florestas tropicais do Peru.
Qual é a ligação misteriosa entre o rapto e o resgate de um navio de guerra espanhol afundado no século XVI e as actividades secretas do homem que o descobriu?
Como o rasto de destroços e caos se intensifica, Ben descobre uma teia de intrigas, corrupção e assassínio brutal.
Mas será tarde de mais para encontrar Brooke com vida?

[Novidade Planeta] Pede-me o que Quiseres, Agora e Sempre de Megan Maxwell

Pede-me o Que Quiseres, Agora e Sempre é uma intensa história de amor, povoada de fantasias sexuais, tensão e erotismo, onde os protagonistas tratam por tu a paixão.
Após provocar o seu despedimento na empresa Müller, Judith está disposta a afastar-se para sempre de Eric Zimmerman, e decide refugiar-se na casa do pai em Jerez.
Angustiado pela partida de Judith, Eric segue-lhe o rasto. O desejo continua latente entre ambos e as fantasias sexuais estão mais vivas do que nunca, mas desta vez é Judith quem impõe as condições, que ele aceita em nome do amor que professa.
Tudo parece voltar à normalidade, até que um telefonema inesperado os obriga a interromper a reconciliação e deslocarem-se a Munique. Longe do seu ambiente, numa cidade hostil e com o aparecimento do sobrinho de Eric, um contratempo com o qual não contava, a jovem terá de decidir se lhe deve dar uma nova oportunidade ou, pelo contrário, começar um novo futuro sem ele.

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

[Novidade Dom Quixote] Triunfo do Amor Português de Mário Cláudio

No prefácio ao livro, Agustina Bessa-Luís escreve: «O amor à portuguesa, tema deste livro de Mário Cláudio, escrito de maneira vernácula e às vezes irónica, esclarece-nos sobre a importância da culpa nos caminhos do amor. Conta, e muito bem, os terrores de Camilo quando da morte de Pinheiro Alves, o marido de Ana Plácido. Estando ele a ler na cama, uma mão de ferro aperta-lhe a garganta; o facto de contar esta história demonstra que Camilo vota pela confissão pública do seu adultério. É da culpa que ele retira a imaginação e o arrebato da sua escrita. Não há amor sem culpa. E quanto mais ela é sentida e procurada mais o amor se enovela no coração e a esponja do desejo absorve matérias de prazer infinito. Nem uma só das narrativas de Mário Cláudio está despojada de culpa. Porque o amor se previne com a culpa para ser agente de mudanças. Se fosse preciso afirmar Mário Cláudio como um escritor, este livro "Triunfo do Amor Português" vinha coroar a sua obra.» Celebrando o amor, Mário Cláudio reescreve no presente volume doze histórias de amor e transgressão recriadas a partir de lendas e de episódios da História de Portugal, como as de Pedro e Inês, Leonor Teles e o Conde de Andeiro, Camilo Castelo Branco e Ana Plácido ou António Nobre e Alberto de Oliveira.

[Novidade Clube do Autor] Os Dez de Tânger de Eduardo Palaio

Uma expedição contada e vivida por dez homens com existência real mas apagados nos mapas da nossa memória. "Os Dez de Tânger" centra-se nos caminhos tortuosos de uma expedição feita por soldados desconhecidos, nos segredos do povo miúdo arrebanhado para a guerra. Trata-se de uma história épica de dez homens com vidas reais que partiram à aventura de novos horizontes numa expedição ao Norte de África. Um episódio que ficará para sempre guardado nos anais da nossa História e que é aqui relembrado de forma épica e rigorosa.

[Novidade Bertrand Editora] Nós, os Afogados de Carsten Jensen

Aclamado imediatamente na Europa como sendo um clássico, Nós, os Afogados narra a história da cidade portuária de Marstal, cujos habitantes se fizeram ao mar e navegaram pelo mundo inteiro a partir de meados do século XIX até ao final da Segunda Guerra Mundial. Aqui contam-se as histórias de navios afundados e destruídos em guerras, de lugares de horror e violência que continuam a fascinar todas as gerações; aqui encontramos canibais, sonhos proféticos e sobrevivências miraculosas. O resultado é uma saga apaixonante, repleta de sabedoria e humor, de pais e filhos, das mulheres que eles amam e deixam para trás e da promessa assassina dos mares. 
Em 1848, um grupo de navegadores dinamarqueses deixa a ilha de Marstal para lutar contra os Alemães. Nem todos regressam, e os que regressam nunca mais serão os mesmos. Entre eles, encontra-se Laurids Madsen, que não tarda a escapar de novo para o anonimato do mar alto. Quando o seu filho Albert atinge a maioridade, parte à procura do pai desaparecido numa viagem que o levará por todo o globo. 
Da Terra Nova às plantações da Samoa, da Tasmânia às costas geladas do norte da Rússia, esta história estende-se por quatro gerações, atravessando duas guerras mundiais e um século de história.

[Novidade Bertrand Editora] A Família Corleone de Ed Falco

Nova Iorque, 1933. A cidade e o país estão profundamente mergulhados na Grande Depressão. As famílias do crime prosperaram, mas, com o fim da Lei Seca, dá-se início a uma guerra que irá determinar quais as organizações que irão crescer e quais as que serão violentamente aniquiladas. 
Para Vito Corleone, nada é mais importante do que o futuro da sua família. Com os filhos mais novos, Michael, Fredo e Connie, na escola, ignorando a verdadeira ocupação do pai, e o filho adotivo, Tom Hagen, na faculdade, Vito preocupa-se sobretudo com Sonny, o filho mais velho. Vito incita-o a tornar-se um homem de negócios, mas o filho, com os seus 17 anos, impaciente e rebelde, quer outra coisa: seguir os passos do pai e entrar no verdadeiro negócio da família. 
Mario Puzo oferece-nos uma versão cinematográfica, compacta, destes acontecimentos num argumento que nunca foi filmado e que é o ponto de partida deste romance: uma história apaixonante de tradição e violência, de lealdade e traição, que vai atrair as legiões de fãs de O Padrinho e introduzi-la a uma nova geração.

[Novidade Parsifal PT] A Montanha e o Titanic de Luísa Franco

No dia em que recebe a notícia que autoriza a sua aposentação, Luísa Franco é uma mulher naturalmente feliz. Professora do ensino secundário durante mais de 30 anos, poderia finalmente descansar. Mas esse dia haveria de trazer-lhe também uma novidade devastadora e para a qual não estava preparada: o resultado das análises médicas a que procedera não deixava margem para dúvidas, explicando as dores, as manchas no corpo e a ausência de vigor muscular que vinha sentindo nas últimas semanas - sofria de leucemia mielóide aguda.
Confrontada com esta situação e tendo consciência de que não lhe resta muito tempo de vida, decide enfrentar um último desafio: escrever a história de Álvara Bitancurt e de Manuel Franco, seus avós, vítimas do naufrágio do Titanic.
Com edição de Miguel Real, que fixou definitivamente o texto, e agora apresentada a título póstumo aos leitores, A Montanha e o Titanic é uma obra intensa, emotiva e, nalguns casos violenta, na qual realidade e ficção se vão intercalando, que não deixará nenhum leitor indiferente.

[Novidade Bizâncio] Cartas a um Jovem Jornalista de Juan Luis Cebrián

Estas cartas a Honório, um jovem jornalista ou, melhor ainda, aspirante a sê-lo, constituem um pequeno legado de reflexão e dúvidas de um dos profissionais mais conhecidos de Espanha. Através delas o autor debate com o seu destinatário algumas das questões básicas relativas ao exercício do jornalismo e à importância dos meios de comunicação. Escrito numa linguagem directa, coloquial e muito inteligível, Cartas a um Jovem Jornalista não se dirige na verdade só a jovens, nem muito menos só aos jornalistas, mas a todos aqueles que se preocupam com o perfil da sociedade mediática na qual nos tocou viver. Longe de constituir um conjunto de lições é, antes, uma narração sobre aspectos tão importantes como controvertidos das modernas democracias.

[Novidade Bizâncio]A minha segunda Vida de Christiane F.

A vida de Christiane F. deu a volta ao mundo. Milhões de jovens cresceram com as confissões trágicas desta adolescente alemã, de 13 anos, drogada, prostituta. E depois? Qual foi o seu destino? 

Trinta e cinco anos mais tarde, Christiane F., hoje com 51 anos, fala-nos dos tempos que se seguiram à publicação do livro Os Filhos da Droga e das diferentes etapas da sua vida até aos dias de hoje: os anos felizes na Grécia, depois de ter estado presa, o combate constante contra a dependência, o convívio com os seus ídolos do rock&roll e os momentos de felicidade com o seu filho, Phillip. Sem subterfúgios, tendo como pano de fundo o mundo da droga e as relações que se estabelecem, aquela que o mundo conhece como Christiane F. conta tudo neste livro, com uma franqueza surpreendente.

[Novidade Bizancio] A Vida é um Presente de María de Villota

María de Villota, ex-piloto de Fórmula 1, relata neste livro a volta que deu a sua vida depois do acidente que sofreu em Inglaterra, a 3 de Julho de 2012, numa sessão de treinos. Nesse trágico dia quase perderia a vida, ficando com graves sequelas. Em lugar de se entregar ao desânimo, a sua tenacidade e coragem foram mais poderosas. A Vida É Um Presente é um testemunho comovente, apaixonante e inspirador de uma mulher decidida a pilotar com mão firme o rumo da sua vida. Apesar desta recuperação espantosa, María de Villota morreria trágica e inesperadamente a 11 de Outubro de 2013, 15 meses depois do seu acidente, na sequência dos muitos traumas sofridos na altura; a dias do lançamento em Espanha desta sua obra. O seu testemunho de coragem e determinação permanece como uma inspiração invulgar para todos os que se deparam com momentos mais duros nas suas vidas.

[Novidade Planeta] "Quando A Tua Ira Passar" de Åsa Larsson

Wilma e Simon são dois jovens apaixonados que decidiram mergulhar no lago gelado de Vittangijärvi, no norte da Suécia, em busca dos destroços de um avião alemão desaparecido em 1943. Enquanto mergulham, alguém corta a corda de segurança de Wilma e tapa o orifício de saída no gelo. Não têm como escapar. Quando a Primavera se aproxima do norte da Suécia, o corpo de Wilma emerge das águas do rio Torneälven. Ao mesmo tempo, uma figura fantasmagórica aparece nos sonhos de Rebecka Martinsson, a reputada advogada de Kiruna. Será o fantasma do corpo que apareceu no rio? Com a inspectora da polícia Anna-Maria, Rebecka envolve-se num enigma que desperta antigos rumores de colaboradores nazis em Kiruna, um lugar onde a vergonha e o segredo controlam as recordações da guerra. Além disso, um assassino está disposto a continuar a matar de modo a manter o passado enterrado para sempre debaixo do gelo e da neve.

[Novidade Porto Editora] O Jogo de Ripper de Isabel Allende

Indiana e Amanda Jackson sempre se apoiaram uma à outra. No entanto, mãe e filha não poderiam ser mais diferentes. Indiana, uma bela terapeuta holística, valoriza a bondade e a liberdade de espírito. Há muito divorciada do pai de Amanda, resiste a comprometer-se em definitivo com qualquer um dos homens que a deseja: Alan, membro de uma família da elite de São Francisco, e Ryan, um enigmático ex-navy seal marcado pelos horrores da guerra.

Enquanto a mãe vê sempre o melhor nas pessoas, Amanda sente-se fascinada pelo lado obscuro da natureza humana. Brilhante e introvertida, a jovem é uma investigadora nata, viciada em livros policiais e em Ripper, um jogo de mistério online em que ela participa com outros adolescentes espalhados pelo mundo e com o avô, com quem mantém uma relação de estreita cumplicidade. Quando uma série de crimes ocorre em São Francisco, os membros de Ripper encontram terreno para saírem das investigações virtuais, descobrindo, bem antes da polícia, a existência de uma ligação entre os crimes. No momento em que Indiana desaparece, o caso torna-se pessoal, e Amanda tentará deslindar o mistério antes que seja demasiado tarde.

21 de Fevereiro